Pousada em Bariloche

Passeios em Bariloche (Parte II)

Passeios em Bariloche (Parte II)

Descubra com a gente esta segunda parte dedicada aos melhores passeios em Bariloche, aqui na Patagônia Argentina. Programe sua viagem a Bariloche com tempo e saiba quais são as atividades preferidas por brasileiros e turistas do mundo todo!

Passeios em Bariloche 1:
Passeio ao Cerro Tronador e Cascada Los Alerces

Este passeio recorre uma das regiões mais bonitas do Parque Nacional Nahuel Huapi em Bariloche.

O Cerro Tronador é o de maior altura na área (3478 metros) e marca o limite entre Argentina e Chile. No recorrido por esta trilha você poderá ver floresta, lagos, lagos, montanha e até praia!

cascada los alerces - pousadas em bariloche

Além da incrível paisagem, ao longo do passeio você verá o “Glaciar Ventisquero Negro” que forma uma camada eterna de neve na cima do Cerro Tronador.

A Cascada Los Alerces é uma alternativa para quem escolhe este passeio em Bariloche. Em vez de atravessar pela ponte sobre o Río Manso, continua pela estrada atravessando o lago Los Moscos e o lago Hess.

 

 

 

Passeios em Bariloche 2:

San Martín de los Andes pelos 7 Lagos

7 lagos bariloche

No geral é um passeio em Bariloche que toda a família gosta. Trata-se de um recorrido de 352 km e dura o dia todo.

A famosa Ruta de Los 7 Lagos em Bariloche permite conhecer toda a beleza e natureza desta região patagônica. Também permite recorrer um roteiro entre San Martín de Los Andes e Bariloche. Uma viagem para tirar o fôlego imersos entre tanta natureza.

Veja mais aqui sobre o Caminho dos 7 Lagos em Bariloche.  

 

 

 

Passeios em Bariloche 3:
Circuito Chico

Mesmo se chamado de “Chico“ (pequeno) o Circuito Chico é um dos melhores passeios em Bariloche. Este passeio inclui um recorrido pelo Parque Nacional Nahuel Huapi e o Parque Municipal do Llao Llao.

Atravessada esta bela região de Bariloche, vamos conhecer a Colônia Suíça, lugar encantador povoado por descendentes de suíços migrados à Argentina séculos atrás. Ainda eles matem as tradições europeias como, por exemplo, o Curanto, prato tipico trazido desde Europa.

Finalmente chegaremos ao mirante onde veremos uma das mais famosas vistas de Bariloche, o cartão postal de Bariloche. A vista onde poderemos ver a Península do Llao Llao a mesma onde se encontra localizado o mais famoso hotel de Bariloche.

hostel llao llao pousada bariloche

 

Passeios em Bariloche 4:
Teleférico do Cerro Otto

Teferico do Cerro Otto

Segudo a TripAdvisor, das atividades e passeios em Bariloche, esta é a número 19 a fazer.

Nós achamos que vale muito a pena passar uma tarde no Cerro Otto de Bariloche e passear de teleférico por esta região da Patagonia Argentina.

O bom de chegar na cima do Cerro Otto é poder curtir a vista incrível sobre a cidade toda de Bariloche. Mas não é só a vista o que vale este passeio. Na cima do Cerro encontra-se a “Confitería” do Cerro Otto.

Uma “confitería“ é uma espécie de barzinho onde você pode comer deliciosos salgados, mas também, experimentar o famoso chocolate de Bariloche.

Confiteria Cerro Otto Posuada Bariloche

Imagine ficar tranquilo e relaxar na cima do mundo acompanhado pela pessoa amada ou família? … e além disso degustando um saboroso chocolate quente ou cafezinho?

Todo mundo merece esta experiência de viagem. Para nós, um dos melhores passeios em Bariloche!

Passeio em Bariloche (Parte I)

Descubra estes 4 Passeios em Bariloche para fazer da sua viagem à Argentina uma experiência inesquecível!

Passeio em Bariloche 1:
Dia de Esqui para principiantes
-Aprenda a esquiar em Bariloche-

Esquiar para pricipiantes - Passeio em Bariloche

Adultos e crianças que viajam a Bariloche vão poder esquiar e desfrutar da branca neve. Para quem nunca esquiou, Bariloche oferece a chance de tomar aulas de esqui para principiantes. Isto forma parte de muitos dos passeios oferecidos nas pousadas em Bariloche e agências de turismo brasileiras.

Para quem viaja em família existe a escola de esqui para crianças em Bariloche. Esta escola de ski vai se localizar no novo parque da neve do Cerro Catedral que abrirá em 2015. Será destinada para que as crianças possam aprender a esquiar em Bariloche!

  • Duração da jornada de esqui: 8 horas.
  • Inclui: entrada para o “Centro de Ski”-
  • Inclui: aula de esqui com instrutor profissional.

 

Passeio em Bariloche 2:
Passeio de Quadriciclo em Bariloche

Passeio de Quadriciclo em Bariloche

Atividade única em América. Andar de quadriciclo na neve agora é possível. Este passeio em Bariloche é um dos mais escolhidos por brasileiros e por todos os turistas que visitam o Sul da Argentina.

Acaso alguma vez pensou andar de quadriciclo? E alguma vez pensou andar de quadriciclo, na neve e em Bariloche?!

Pois é, esta experiência será inesquecível, adultos e crianças vão desfrutar em total segurança. As normas das agências que oferecem este serviço garantem a segurança e divertimento dos turistas.

  • Duração: 3 horas.
  • Onde: Bosque de Lendas (Bariloche).
  • Inclui: o valor de aluguel do quadriciclo.

 

Passeio em Bariloche 3:
Passeio de Moto de Neve em Bariloche

Passeio em Bariloche - Moto de Neve - Pousadas

Para quem gosta de sentir um pouco de adrenalina nas férias este passeio em Bariloche é a melhor opção.

Imagina andar de moto de neve em Bariloche? Hora de começar na ideia de uma férias na neve da Patagônia argentina e ação.

O passeio inclui:

  • Duração: 4 horas
  • Moto de neve 4×4

 

Passeio em Bariloche 4:
Passeio ao Cerro Campanário de Bariloche

Cerro Campanario - Passeio em Bariloche - Pousada
Lugar ótimo para relaxar e tomar alguma bebida quente depois de um longo dia na neve. Na cima do cerro encontra-se uma lanchonete gourmet do Cerro Campanário. Aqui sobremesas deliciosas feitas com o gostoso chocolate de Bariloche são servidas para deleitar aos turistas de todas as partes do mundo.

A vista é para tirar o fôlego: o Lago Nahuel Huapi será todo seu!

 

PREENCHA NOSSO FORMULÁRIO E DESCUBRA AS MELHORES OFERTAS DE PASSEIOS EM BARILOCHE!

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

Escreva o seguinte código de segurança para poder enviar captcha

O que visitar na sua Viagem a Bariloche: “El Bolsón”

O que visitar na sua Viagem a Bariloche: “El Bolsón”

Perto de Bariloche encontramos esta ótima opção à hora de escolher nosso próximo destino: El Bolsón. Existem aqui infinitas possibilidades de turismo. O principal destaque em El Bolsón são os passeios no meio da natureza visitando as belezas da fauna e flora do lugar.

Vamos agora a ver os principais atrativos.

O que fazer em El Bolsón

Cajón del Azul

É o lugar escolhido por aqueles que querem fazer caminhadas nas montanhas, sem grandes dificuldades até chegar ao topo em um lugar de sonhos.

Cajón del Azul - El Bolsón - Pousada Bariloche

Cabeza de Indio

A Loma del Medio divide o vale de El Bolsón do vale do rio Azul. Recebe esse nome porque as paredes das rochas são conhecidas por suas formas peculiares, incluindo um perfil semelhante a uma cabeça humana de um índio. É possível ir recorrer o lugar de carro, a pé, de bicicleta ou a cavalo.

El bolson - Cabeza de Indio - Pousada Bariloche

Cachoeiras em El Bolsón

São muitas e uma mais bonita do que a outra. Que visite El Bolsón pode escolher entre as seguintes cachoeiras: Cascada de la Virgen, Cascada Escondida, Cascada Nahuelpan, Catarata de Mallín.

Cachoeiras em El Bolsón - Pousada Bariloche

Cerro Amigo

Localizado em proximidades da localidade de El Bolsón é o primeiro ponto de contato com a natureza do lugar. O Cerro Amigo é o ponto turístico ideal para realizar trilhas recorrendo os rios, passeios no meio dos bosques de coníferas até chegar aos mirantes naturais mais charmosos desta região da Patagônia.

Então não se esqueça visitar El Bolsón na sua viagem a Bariloche. Não vai se arrepender!

 

Onde se hospedar em El Bolsón

Em El Bolsón existem hospedagens quase do mesmo nível a aquele das Pousadas em Bariloche.

Você pode achar aqui desde pousadas econômicas até resorts e hotéis de luxo.

 

Onde fica El Bolsón e como chegar?

Mapa de El Bolson - Pousada BarilocheEsta cidade da Argentina, muito conhecida por ser visitada junto com a cidade de Bariloche na mesma viagem, fica também na região patagônica da Argentina no sudeste da Província de Río Negro.

Saindo de San Carlos de Bariloche: é só você tomar a Estrada 258 passando Villa Mascardi e El Foyel , depois de 120 km de toda estrada pavimentada o belo cenário natural de El Bolsón vai se apresentar na sua frente.

Saindo de Esquel (Sul da região): De carro você precisa dirigir uns 180 km. Primero tomando a Estrada 40 até conectar com a Estrada 258, a mesma que conecta Bariloche com El Bolsón.

 

Como chegar em El Bolsón desde Bariloche

De avião:
Empresa  Lade: Roca 446 – Casa 1  Telefone: 49-2206

Compra de passagem de Ônibus em Bariloche

Viajando de ônibus desde Bariloche

  • Andesmar: Perito Moreno y Belgrano – Telefone: 449-2178
  • Charter: Av. San Martín 2553 – Telefone: 449-2333
  • Chevallier: Sarmiento 2796 – Telefone: 449-2333
  • Crucero del Norte: Pulmari Turismo – Perito Moreno 2871 – Telefone:  449-3093
  • Don Otto: Belgrano y Berutti – Telefone: 449-3910
  • La Golondrina: Perito Moreno – Telefone: 449-2557
  • Mar y Valle: Telefone: 449-3093
  • A. C. Belgrano y San Martín: Telefone: 449-3124
  • Vía Bariloche: Roca 357 – Telefone: 445-5554

 

Circuito Grande: A rota dos Sete Lagos de Bariloche

Circuito Grande: A rota dos Sete lagos de Bariloche

O ponto inicial da Rota dos Sete Lagos (Circuito Grande) é Bariloche. Para sair de Bariloche, você terá de pegar a Rota Nacional 237 e, depois de 15 km, cruzar a ponte do Rio Limay, na fronteira entre as províncias de Rio Negro e Neuquén. Chegando a Rincón Chico, você começa a embarcar no rio Limay até Rincón Grande e o Anfiteatro, um lugar de uma formação natural espetacular.

Pousada Econômica em Bariloche - Circuito Grande Rota dos Sete lagosQuase constantemente acompanhada pelo rio Limay, a Rota 237 passa por lugares encantadores até chegar no Vale Encantado (a 58 km de Bariloche aproximadamente). Lá você pode ver formas estranhas de rochas que receberam os nomes de El Dedo de Dios, Centinela, Tren Expreso, etc.

A alguns quilômetros do vale você chega a Confluencia, que recebeu este nome por conter o lugar de junção dos rios Limay e Traful, agora perdidos para a formação de um novo lago da barragem Alicura.

Antes de cruzar a ponte, você terá de virar à esquerda na Rota Provincial 65, na margem sul do rio Traful. A paisagem é inicialmente as mesmas estranhas formações rochosas do Vale Encantado, mas Cuyín Manzano está a apenas 5 km, justificando um desvio de apenas 500 metros à esquerda para ver o que encerra as encostas do rio.

 

Bariloche - Circuito Grande - Siete LagosAo ir pela Rota dos Sete Lagos de Bariloche (Circuito Grande), você terá a chance de observar uma pitoresca ponte que passa sobre o Rio Minero, uma das atrações encontradas nos 25 quilômetros viajados até chegar no rio Traful. Cruzando a formidável floresta, a rota faz fronteira com o lago, subindo até o ponto de vista do Traful, onde, a 70 pés de altura, você poderá aproveitar completamente toda a majestosa beleza do lago azul de mesmo nome.

Posteriormente, a charmosa Vila Traful oferece todas as possibilidades para as melhores férias. Até agora, você terá viajado 35 quilômetros, e continuando o caminho, se encontra o Porto Arrayán, uma praia arenosa na beira oeste do lago. Então, a estrada segue seu rumo pela floresta cada vez mais úmida e densa, deixando o lago para se juntar no local El Portezuelo, a 27 km da Vila Traful. Ali, pela Rota Nacional 234, também denominada “Rota dos Sete Lagos”, você cruza Quintupuray, já perto do Lago Correntoso. Você chegará a Ruca Malén em 9 quilômetros.

 

 

Pousada Econômica em Bariloche - Circuito 7 lgosContinuando com o Circuito Grande pelos sete lagos de Bariloche, imediatamente depois aparece o Lago Espejo e o Lago Correntoso novamente, até o entroncamento com a Rota 231 indo para o Chile. Mas para finalizar o circuito, você terá de pegar a estrada à esquerda, se dirigindo para a Vila La Angostura, a 11 km de distância.

Finalmente, o Circuito Grande dos Sete Lagos chega a um fim. Pela Rota 231, você poderá conhecer Puerto Manzano, onde se encontra uma belíssima praia no lago Nahuel Huapi, que flui pelo Rio Bonito. A seguir, você encontrará diversos acampamentos, que são ótimos lugares para se acampar próximo ao lago. E agora, faltam somente cerca de 17 km para chegar ao cruzamento com a Estrada Nacional 237, e de lá, só restam 19 quilômetros para estar de volta em Bariloche.

 

PREENCHA NOSSO FORMULÁRIO E DESCOBRA AS MELHORES OFERTAS DESTA TEMPORADA EM BARILOCHE 2015

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

Escreva o seguinte código de segurança para poder enviar captcha

Parque Nacional Nahuel Huapi (Bariloche, Argentina)

Parque Nacional Nahuel Huapi (Bariloche, Argentina)

O Parque Nacional Nahuel Huapi, ou “Ilha do Tigre”, na língua mapuche, é uma verdadeira joia da Argentina; um dos mais antigos e mais belos parques do país.

O que visitar no Parque Nahuel Huapi

parque-nacional-nahuel-huapi-3Os maravilhosos 1.754.000 acres do Parque Nahuel Huapi de Bariloche estão repletos de belos lagos, rios, vales, prados, florestas e flores silvestres, um deleite absoluto para os amantes da natureza.

O Parque Nacional Nahuel Huapi se encontra entre as províncias (Estados argentinos) de Rio Negro e Neuquén, é um espetáculo para ser visto em todas as estações do ano; a Primavera traz derretimento da neve e dezenas de cachoeiras, enquanto o inverno significa muitas oportunidades para os esquiadores, particularmente no Cerro Catedral.

A Cordilheira dos Andes, o habitat do condor, a floresta úmida e as estepes ondulantes conseguem demostrar a variedade de zonas geográficas presentes na Patagônia, tudo o mais agradável com uma abundância de caminhos para passear (trekking), andar de bicicleta, montanhismo, ou andar a cavalo.

Outro atrativo da região do Parque Nacional Nahuel Huapi é o “Glaciar” Perito Moreno com vistas deslumbrantes, passeios exclusivos e atividades recreativas que fazem do Parque uma visita quase obrigada para quem viaja à Patagonia.

O que você vai ver no Parque Nacional Nahuel Huapi

lago-nahuel-huapiAs belas paisagens do Andes do sul oferecem vistas deslumbrantes para os visitantes do Parque. Os picos mais altos podem atingir até os 3.554 metros acima do nível do mar. A montanha Tronador, é assim chamada devido ao grande barulho produzido pela quebra das enormes massas de gelo em seu pico. Outras montanhas de destaque incluem o Monte Crespo, Cuyin, Manzano, Campana, Bastion, e Lopez, com alturas oscilando entre 1.800 e 2.400 metros. As montanhas Otto e Ventana podem-se ver ao leste.

Profundos vales e desfiladeiros permitem a travessia que chega até o Chile; os passes de fronteira mais conhecidos são Puyehue, Perez Rosales, e Los Vuriloches, usado pelos nativos em tempos antigos. A bacia mais importante é o Lago Nahuel Huapi, que dá ao parque seu nome. Lagos e grandes rios, alimentados por derretimento de geleiras e neve, fluem para os oceanos, e da bela Ilha de Victoria se destaca no meio junto com algumas outras ilhas menores. O eminente Rio Manso está localizado nos limites do sul do parque, juntamente com lagoas, como La Negra, Schmoll e Jocob.

 

Pousada em Bariloche econômica, confira nossas ofertas, escreva-nos agora!

Atrações do Parque Nacional Nahuel Huapi

Parque_Nacional_Nahuel_Huapi_(Mapa)

Onde fica o Parque Nahuel Huapi? Como chegar ao Lago Nahuel Huapi?

parque-nacional-nahuel-huapi-2Uma atração notável pode ser encontrada na foz do rio Frias, vindo da lagoa de mesmo nome, na parte mais ocidental podemos encontrar o Lago Nahuel Nuapi. Aqui, águas azuis cristalinas se misturam com as águas verdes do rio Frias para uma vista especial que vai tirar o fôlego. Outra vista espetacular pode ser encontrada no chamado Mirador de Villa Traful (Mirante), um penhasco que olha direto para o lago Traful. Além disso, o Valle Encantado detém formações únicas rochosas que vale a pena visitar, como o “Dedo de Deus”, “O Castelo”, e “O penitente”. Esqui, escalada, caminhadas, pesca esportiva e rafting são os principais esportes praticados no Parque Nacional Nahuel Huapi.

 

Fotos do Parque Nacional Nahuel Huapi

Guia rápido para visitar Bariloche

Guia rápido para visitar Bariloche

Descobra o melhor guia rápido para quem decide visitar este fantástico destino da Argentina: Bariloche. Aqui você vai achar os melhores roteiros, dados úteis de Bariloche, lugares para conhecer e as melhores dicas para brasileiros e outros turistas que decidem vir neste lugar paradisíaco!

 

O que fazer em Bariloche

lago nahuel huapi barilocheCircuito Chico

Significa ‘circuito-pequeno’. Este roteiro de 60 km possui algumas das mais deslumbrantes vistas em Argentina. Este recorrido vai ao longo dos lagos de Bariloche, passando pelo lago principal Nahuel Huapi até o Cerro Campanário.

Outra atração ao longo do caminho é Hotel Llao Llao, sem dúvida o mais famoso hotel em Bariloche.

 

 

Passeio de mountain bike em Barilochepassio de mountain bike em bariloche (Argentina9

Enquanto você pode tomar um ônibus em torno do Circuito Chico, a melhor maneira de recorrer esta famosa rota é alugar uma mountain bike. Dessa forma, você pode parar à vontade ao longo do caminho e aproveitar a bela vista ainda mais.

 

 

Cerro Campanário

O Cerro Campanário é uma pequena montanha a 20 minutos de Bariloche. Devido à sua localização no meio de lagos e penínsulas, possui uma das vistas mais deslumbrantes do mundo.

A revista National Geographic foi tão longe para colocar o Cerro Campanário dentro do seu ranking das dez melhores vistas do mundo. Verifique se a câmera está totalmente carregada antes de ir para o topo do cerro!

paseio a cavalo em Bariloche

 

Esqui / Passeios a cavalo

Ambas são atividades muito populares em Bariloche. A cavalgata pode ser feita próximo ao Cerro Catedral entre os meses de junho e outubro.

Para obter mais informação confira nosso artigo: Esquiar em Bariloche

Bariloche em Números 

  • Nome completo: San Carlos de Bariloche.
  • População: Bariloche é o lar de cerca de 130.000 pessoa.
  • Data de fundação: A cidade foi fundada oficialmente em 1902.

 


Dicas para quem visita Bariloche

Igreja Catedral de BarilocheVisite a Igreja Catedral de San Carlos de Bariloche

Localizada na Rua Almirante O’Connor 500, a igreja Catedral de Bariloche, se acha cercada por dois quadrados com belos jardins no interior. Uma visita ao principal centro de culto religioso da cidade é uma ótima maneira de passar um par de horas sem gastar muito.

Criada principalmente em Estilo gótico pelo arquiteto Alejandro Bustillo, destacam o belo interior e seus incríveis vitrais.

 

 

Desfrute de vistas deslumbrantes sobre o lago de Bariloche

Uma visita aqui é uma coisa que você simplesmente deve fazer. Levar sua câmera até o lago significa se tornar feliz imediatamente! Com belas vistas de todos os ângulos, você vai conseguir tirar as mais belas fotos de Bariloche e tudo isso vai lhe custar só a energia de caminhar até lá.

Vista deslumbrante de Bariloche! Em grande parte graças ao Lago Nahuel Huapi.

 

museo de la patagonia bariloche

Visite o Museu de la Patagonia

Ocupando grande parte do Centro Cívico de Bariloche, no centro mesmo da cidade, este museu é cheio de animais empalhados e informações sobre o desenvolvimento urbano da cidade.

Vale muito a pena visitar este museu!

 

Dicas Para Brasileiros em Bariloche

  • Idioma: Espanhol, mas você vai achar muitas pessoas que falam Inglês ou Português.
  • Moeda: Peso argentino
  • Eletricidade: 220 volts
  • Código Telefone: +54 (Argentina), 02944 (Bariloche)
  • Telefones de emergência: 911 (polícia), 100 (bombeiros), 107 (ambulância)
  • Fuso Horário: GMT -3 horas
  • Central dos Correios: No Centro Cívico (ao lado do escritório de turismo)
  • Informações Turísticas (Escritório Principal): No Centro Cívico (ao lado da dos Correios)